"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

"Aqui se 'vive' e se 'respira' poesia... Faça parte deste espaço, siga-nos...

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Boletim 243 - [ 'Miseriqueza...' 'Caminho' d'água... Confia em mim... ]





























'Miseriqueza...'
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 03/janeiro/2017



Destruímos a nós mesmos pela indiferença e pelo descaso,
Aprendemos, pois a temer ao semelhante, não mais acolhê-lo,
Aceitamos construir muros cada vez mais altos e imponentes,
Cercas mais perigosas, alarmes estridentes, a matar para viver;

Cegamo-nos diante dos problemas, das mãos aflitas estendidas,
Voltamo-nos para o nosso egoísmo e soberba, problema d’outro,
Erramos conosco, muito mais com os demais e com estranhos,
Somos ‘alimentados’ por medos, não mais por coragem e bondade;

Vivemos do consumismo desnecessário, das frivolidades e banalidades,
Esquecemos de certo do essencial ao corpo, muito mais ao bem d’alma,
Expomos falsas riquezas, vivemos da materialidade que empobrece;

Construímos separações invisíveis, outras imensamente palpáveis,
Fazemos assim de nós insensíveis seres que se designam humanos,
Aniquilamos a tudo e a todos, inclusive a nossa própria dignidade.























Trabalho do artista plástico piracicabano: Marcelo Romani Borges de Araujo
 


‘Caminho’ d’água...
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 11/janeiro/2017



Entre o silêncio das pedras ‘corre’ a vida em forma d’água,
‘Nasce’, pois escondida sob a terra para ‘brotar’ acima ‘dela’,
Líquido límpido, puro, presente da Mãe Natureza ao planeta,
Oferta que semeia o viver e que também renova a existência;

Faz-se ‘fio’ d’água, por vezes uma pequena poça translúcida,
 Aplaca a sede de todas as espécies, das árvores e do ser humano,
Segue o seu caminho umedecendo o solo, ramifica-se no seu trajeto,
Faz-se um lago, um discreto riacho, um rio caudaloso, imenso mar;

Por onde ‘passa floresce’ e encanta aos olhos dos que sabem ver,
‘Cativa’, ‘seduz’, ‘hipnotiza’, faz-se convidativa ao sentir da pele,
Seja fria como cachoeira, gélida como neve ou morna como fonte termal;

‘Lava-nos’ o corpo físico e ‘alimenta’ ao ‘mesmo’ saciando a sua sede,
‘Purifica’ n’alma, primeiro quando cá chegamos do ventre, líquido materno,
No partir derradeiro que nos levará a novos caminhos, na limpeza da matéria.

























Confia em mim...
“Lean on me”
Celso Gabriel de Toledo e Silva – CeGaToSí®
Poeta de Luz® - Arquiteto de Almas® - Poeta dos Sentimentos®
Concebida em: Piracicaba, 12/janeiro/2017



Questionamento difícil em nossos dias,
Como, pois confiar se não há verdade,
Se até em quem acreditamos há dúvida,
‘Fere-nos’ até o cruel temor da mentira;

Quantos clamam pela amizade interesse,
O aproximar para poder ter seus benefícios,
Satisfazer as suas necessidades e prazeres,
Ser a vítima em desespero, mas traiçoeira;

Não que sejamos apenas tolos e inocentes,
Todos querem uma mão amiga sincera,
Um ombro que acolha não só nas dores;

Queremos rir juntos, se preciso chorar,
Mas onde estará a sensata confiança,
Que deveria nos unir jamais nos distanciar.

















Postagens populares